All Coptic Links - Coptic Directory - Orthodox Church Directory The Agbeya - The Coptic Book of Prayers (English Agbiya + Arabic Agpeya) English Bible + Holy Bible in other languages - Arabic, French, Ethiopian Amharic Holy Bible, ArabicBible, Enjeel Saint Takla dot org - Main page - English Photo and Image Gallery: Jesus - Mary - Saints - St. Takla - Church - Priests - Bible - Activities - pictures and Icons.. Download and listen to Hymns - Carols - Midnight Praise (Tasbeha) - Midis - Videos - Liturgies - Masses - Sermons - Online Streaming St-Takla.org   Coptic Church Website Logo of Saint Takla Haymanot the Ethiopian Website - Alexandria - Egypt - موقع الأنبا تكلا هيمانوت FAQ - Frequently Asked Questions and Answers - Coptic and Christan Q&A - Faith, Creed, Site, Youth, Family, Holy Bible Contact Us - Address - Map - Online Support Send a free Christian and Coptic Greeting Cards to your friends موقع الكنيسة القبطية باللغة العربية - الموقع العربي StTaklaorg Site News and Updates Downloads.. Winamp Skins - Coptic fonts - Agbeya - Software - Freeware - Icons - Gallery - Mp3s Feedback - Submit URL - ideas - Suggestions.. Kids' Corner - Coloring - Songs - Games - Stories Free Coptic Books - Christian Arabic Books, Orthodox English Books  

Portuguese Bible - BÍBLIA ON-LINE - Antigo Testamento

Joel

 

[Joel 1]Joel 1

TÍTULO
1. Palavra de Javé dirigida a Joel, filho de Fatuel.

I. A PRAGA DOS GAFANHOTOS

A DESOLAÇÃO DO PAÍS
2. Ouçam isto, chefes; prestem atenção, moradores do país! Já terá acontecido coisa igual no tempo de vocês ou no tempo de seus antepassados?
3. Contem a seus filhos tudo isto; depois eles contarão para os filhos deles, e estes irão contar para a geração seguinte.
4. Aquilo que o gafanhoto cortador deixou, o gafanhoto destruidor comeu; aquilo que o destruidor deixou, o gafanhoto saltador comeu; aquilo que o saltador deixou, o gafanhoto descascador comeu.
5. Acordem, bêbados, e chorem! Gemam, beberrões, porque lhes tiraram o vinho da boca.
6. Pois uma nação poderosa e sem conta invadiu o meu país; seus dentes são como de leão e sua goela como de leoa.
7. Deixou minha vinha arrasada e as figueiras reduzidas a galhos secos; comeu-lhes até a casca e os galhos ficaram brancos.
8. Suspira como jovem vestida de luto pelo noivo de sua juventude!
9. No Templo de Javé, não há mais ofertas nem libação de vinho; os sacerdotes, ministros de Javé, estão todos de luto.
10. A roça foi devastada, a terra está de luto, o trigo se perdeu, o vinho secou, o azeite sumiu.
11. Fiquem tristes, lavradores; gemam, cultivadores da vinha, por causa do trigo e da cevada, pois está perdida a colheita dos campos.
12. A parreira secou, a figueira murchou. Romã, tâmara, maçã, todas as árvores frutíferas secaram. E até a alegria dos homens desapareceu!

A DESGRAÇA SE TRANSFORMA EM SÚPLICA
13. Vistam-se de luto e chorem, sacerdotes! Gemam, ministros do altar! Venham dormir em panos de saco, ministros de Deus! Pois não há mais ofertas e libação de vinho no Templo do Deus de vocês.
14. Proclamem um jejum, convoquem uma assembléia, reúnam na casa de Javé, Deus de vocês, os chefes com todos os moradores da região. E gritem a Javé.
15. Ah! Que dia! De fato, o Dia de Javé está próximo e vem como devastação do Todo-poderoso.
16. Por acaso, o alimento não desapareceu da nossa vista, e a alegria e o contentamento da casa do nosso Deus?
17. A semente secou debaixo da terra, os silos estão vazios, as tulhas estão limpas, pois a colheita se perdeu.
18. O rebanho está mugindo e o gado está inquieto, pois não há mais pastos, e as ovelhas morrem de fome.
19. A ti, Javé, eu invoco, pois o fogo devorou a invernada e a chama consumiu todas as árvores do campo.
20. Até as feras gritam a ti, pois secou a água dos córregos e o fogo devorou a invernada.

[Joel 2]
Joel 2

O DIA DE JAVÉ
1. Toquem a trombeta em Sião; dêem o alarme no meu santo monte. Tremam todos os moradores do país, pois o Dia de Javé está chegando e já está perto.
2. Será dia de trevas e escuridão, dia de nuvens e de negrume. Como o escurecer, estende-se sobre os montes um povo numeroso e forte; nunca houve povo igual a esse e nunca mais haverá por muitas gerações.
3. Diante dele vai um fogo que devora; atrás dele uma chama que incendeia. Diante dele a terra é um jardim do paraíso; atrás dele é um deserto arrasado. Nada se salva!
4. Seu aspecto é como de cavalos e como cavaleiros que correm.
5. Seu ruído é como de carros que vêm saltando pelos cumes dos montes, estalando como chama que devora a palha, como poderoso exército em ordem de batalha.
6. Os povos se assustam na presença dele, ficam todos pálidos de medo.
7. Avançam como soldados valentes, como guerreiros escalam a muralha; cada um vai no seu caminho, sem se desviar da fileira.
8. Uns não estorvam os outros: cada um segue o seu rumo; mesmo que as lanças caiam ao seu lado, eles não se detêm no caminho.
9. Invadem a cidade, escalam a muralha, sobem nas casas, entram pelas janelas como ladrão.
10. Diante deles, a terra treme e o céu se abala; o sol e a lua se escurecem, e as estrelas perdem o brilho.
11. Javé faz ouvir a sua voz à frente do seu exército. Seus batalhões são os mais numerosos, são valentes os encarregados de executar a ordem de Deus. Grandioso e terrível é o Dia de Javé! Quem poderá suportá-lo?

RASGUEM O CORAÇÃO, E NÃO AS ROUPAS
12. Pois agora - oráculo de Javé voltem para mim de todo o coração, fazendo jejum, choro e lamentação.
13. Rasguem o coração, e não as roupas! Voltem para Javé, o Deus de vocês, pois ele é piedade e compaixão, lento para a cólera e cheio de amor, e se arrepende das ameaças.
14. Quem sabe, ele volte atrás e se arrependa, deixe para nós bênção, oferta e libação de vinho para Javé, o Deus de vocês.
15. Toquem a trombeta em Sião, proclamem um jejum, convoquem uma assembléia.
16. Reúnam o povo, organizem a comunidade, chamem os velhos, reúnam os jovens e crianças de peito. O jovem esposo saia do quarto, a jovem esposa deixe o seu leito.
17. Os sacerdotes, ministros de Javé, venham chorar entre o pórtico e o altar, e digam: "Javé, tem piedade do teu povo! Não entregues a tua herança à vergonha, à caçoada das nações". Por que se deveria dizer entre os povos: "Onde está o Deus deles?"

A FARTURA SE TRANSFORMA EM AGRADECIMENTO
18. Javé teve ciúmes da sua terra e compadeceu-se do seu povo.
19. Javé respondeu a seu povo: Eu lhes mandarei trigo, vinho e azeite em abundância, e nunca mais farei de vocês a vergonha das nações.
20. Mandarei para longe o invasor do Norte, para um lugar seco e deserto: a vanguarda para o mar do Oriente e a retaguarda para o mar do Ocidente. Aí, ele vai cheirar mal e feder, porque foi longe demais.
21. Terra, não tema; alegre-se e faça festa, pois Javé fez coisas grandiosas.
22. Não temam, feras, pois o verde voltou às pastagens dos campos. As árvores já estão carregadas de frutos, a figueira e a parreira já produzem sua riqueza.
23. Alegrem-se, filhos de Sião, e façam festa a Javé, o Deus de vocês. Pois ele mandou no tempo certo a chuva mansa e fez cair também a chuva forte: as primeiras e as últimas chuvas, tudo como antigamente.
24. Os terreiros estão forrados de cereais, os tanques estão transbordando de vinho e azeite novo.
25. Estou compensando os anos que foram devorados pelo gafanhoto, o saltador, o descascador, o cortador, o meu poderoso exército que um dia mandei contra vocês.
26. Agora vocês poderão comer com fartura e louvar o nome de Javé, o Deus de vocês, pois no meio de vocês ele fez maravilhas. Meu povo nunca mais passará vergonha.
27. Vocês ficarão sabendo, então, que eu estou no meio de Israel. Eu sou Javé, o Deus de vocês, e não há outro. Meu povo nunca mais passará vergonha.

[Joel 3]
II. O DIA DE JAVÉ

Joel 3

O DOM DO ESPÍRITO
1. Depois disso, derramarei o meu espírito sobre todos os viventes, e os filhos e filhas de vocês se tornarão profetas; entre vocês, os velhos terão sonhos e os jovens terão visões!
2. Nesses dias, até sobre os escravos e escravas derramarei o meu espírito!
3. Farei prodígios no céu e na terra: sangue, fogo e colunas de fumaça.
4. O sol vai se mudar em trevas, e a lua em sangue, diante da chegada do Dia de Javé, grandioso e terrível!
5. Então, todo aquele que invocar o nome de Javé será salvo, pois a salvação estará no monte Sião e em Jerusalém - como disse Javé - e entre os sobreviventes estarão aqueles que Javé tiver chamado.

[Joel 4]
Joel 4

O JULGAMENTO DOS OPRESSORES
1. Nesses dias, nesse tempo, eu vou mudar a sorte de Judá e Jerusalém;
2. vou reunir todas as nações do mundo e fazê-las descer ao vale de Josafá. Aí abrirei um processo contra elas, por causa de Israel, que é meu povo e minha propriedade. Pois elas espalharam Israel entre as nações e repartiram entre si a minha terra.
3. Rifaram o meu povo; trocaram meninos por prostitutas e meninas a troco de vinho para se embriagarem.
4. E vocês, o que querem de mim, Tiro, Sidônia e distritos da Filistéia? Vocês, por acaso, vão se vingar de mim? Se pensarem nisso, faço recair essa vingança sobre suas próprias cabeças.
5. De fato, vocês roubaram minha prata e meu ouro, levaram para seus templos os meus tesouros.
6. Vocês venderam aos gregos os filhos de Judá e de Jerusalém, somente para afastá-los de sua terra.
7. Pois agora, eu vou tirá-los do lugar para onde foram vendidos. Faço voltar contra vocês aquilo que vocês praticaram:
8. pela mão dos filhos de Judá, venderei os filhos e filhas de vocês, e eles os venderão à distante nação dos sabeus. Assim falou Javé.

O JUÍZO FINAL
9. Proclamem isto entre as nações: Preparem uma guerra santa, alistem soldados; venham, avancem todos os guerreiros!
10. Transformem seus arados em espadas, e as foices em lanças! Diga o covarde: "Eu sou um soldado!"
11. Corram, venham todas as nações vizinhas e se reúnam aí. Javé, manda os teus soldados lá do alto.
12. Venham, nações, e subam ao vale de Josafá, porque eu me sentarei aí para julgar todas as nações vizinhas.
13. Lancem a foice, porque a colheita está madura. Venham pisar, pois o tanque está cheio e os barris transbordando, porque é grande a maldade das nações.
14. Multidões e multidões no vale da Decisão, porque o Dia de Javé está próximo, no vale da Decisão.
15. O sol e a lua se escurecem, e as estrelas perdem o seu brilho.
16. Javé ruge de Sião, de Jerusalém faz ouvir o seu grito: os céus e a terra começam a tremer! Javé, porém, é um esconderijo para o seu povo, é um abrigo para os filhos de Israel.
17. Vocês ficarão sabendo que eu sou Javé, o Deus de vocês, que moro em Sião, meu santo monte. E Jerusalém será santa; estrangeiros nunca mais passarão por dentro dela.

JAVÉ HABITARÁ COM SEU POVO
18. Nesse dia, as montanhas gotejarão vinho novo, das colinas escorrerá leite, e a água correrá em todos os riachos de Judá. Do templo de Javé brotará uma fonte que irrigará o vale das Acácias.
19. O Egito será uma desolação e Edom será um deserto desolado, por causa da violência contra os filhos de Judá, por terem derramado sangue inocente na terra deles.
20. Judá será habitado para sempre, e Jerusalém por todas as gerações.
21. Vingarei o sangue deles, que ainda não foi vingado. E Javé habitará em Sião.

Send this page to a friend

St. Takla Church - Main IndexIndex of Antigo Testamento - BÍBLIA ON-LINE - Portuguese Bible (Brazil)

Like & share St-Takla.org

_


© Saint Takla Haymanout Website: Coptic Orhtodox Church - Alexandria, Egypt / URL: http://St-Takla.org / Contact us at

http://st-takla.org/Bibles/Portuguese-Bible/01-Antigo-Testamento/34-joel.html